Quarta-feira
20 de Junho de 2018 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Previsão do tempo

Domingo - Sacramento, MG

Máx
27ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Artigos

Questão Ambiental: Desenvolvimento Sustentável e a Empresa

Sustentabilidade é a palavra do momento. Há uma mobilização muito grande para que se aliem o progresso econômico, as ações sociais e a conservação ambiental tanto na esfera governamental, quanto na esfera particular, em especial nas empresas. Isso se deu em razão dos diversos desastres naturais que aconteceram nos últimos tempos.
 
O desenvolvimento sustentável é aquele que atende as necessidades do presente sem comprometer as necessidades das futuras gerações. Para uma empresa se adequar a esse conceito, é preciso que ela implante nas suas atividades ações voltadas à preservação e conservação ambiental, fazendo com que elas não causem tanto dano ao meio ambiente.
 
A questão ambiental é muito importante para o empreendedorismo, uma vez que para ser instalado qualquer negócio que utilize recursos naturais, ou que seja potencialmente poluidor, é imprescindível a concessão do licenciamento ambiental.
 
O licenciamento é um dos instrumentos de gestão ambiental estabelecido por lei (Lei 6.938/81). É com ele que se tem autorização para instalar, ampliar e definir a localização da atividade, avaliando possíveis impactos que o empreendimento possa causar ao meio ambiente.Assevera-se que a preocupação ambiental vem antes mesmo da abertura da atividade empresarial.
 
As empresas, ao se preocuparem com as questões ambientais, estão se adequando as necessidades dos consumidores, que estão cada vez mais atentos a questões ambientais, buscando sempre por empresas que atestem a qualidade social e ambiental dos seus serviços. Dessa forma, adesão à política ambiental, além de tornar a cadeia produtiva da empresa mais eficiente, faz com que se tenha um impacto positivo na reputação da empresa, valorizando a marca e também as ações no mercado.
 
Seguindo esse avanço, foi criado o SGA (Sistema de Gestão Ambiental), uma estrutura organizacional que possibilita a empresa a avaliar, controlar e minimizar os riscos ambientais de suas atividades, trazendo inúmeros benefícios, como a redução de riscos de acidentes ecológicos e a melhoria significativa na administração dos recursos energéticos, materiais e humanos, levando ao fortalecimento da imagem da empresa junto à comunidade. Outro ponto positivo é a possibilidade de conquistar financiamentos governamentais e bancários, assim como programas de investimento, que aumentam consideravelmente o bom histórico ambiental das empresas. Cumpre ressaltar que a tendência da procura por produtos e serviços oriundos de empresas ecologicamente conscientes e socialmente responsáveis está se fortalecendo de forma impressionante no Brasil.
 
Contudo, a preocupação com o meio ambiente deve ser colocada em prática na atividade empresarial, pois são diversos os benefícios para a empresa que adota um sistema ecologicamente correto. Além do mais, a preservação do meio ambiente deve ocorrer não só por razões empresariais e visando eminentemente o lucro e vantagens, e, sim, em razão de garantir uma melhor qualidade de vida para o próprio homem, maior beneficiário de um meio ambiente saudável. 
 
 
Artigo escrito pela advogada DÉBORA LUIZA DOS REIS, OAB/MG nº 171.346, com atuação nas áreas de Direito Ambiental e Penal.

Contate-nos

MELO RODRIGUES ADVOCACIA

Rua Ângelo Crema,  159
-  Bela Vista I
 -  Sacramento / MG
-  CEP: 38190-000
+55 (34) 33511084
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia