Terça-feira
04 de Outubro de 2022 - 

Notícias

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Previsão do tempo

Hoje - Sacramento, MG

Máx
30ºC
Min
20ºC
Instável

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
EURO 5,10 5,10
DOLAR 5,20 5,20

Newsletter

03/08/2022 - 19h08Missa no TJMG celebra Assunção de Nossa SenhoraPadre Sérgio Ladeira destacou o exemplo da Virgem Maria, que viveu uma caminhada de entrega

Magistrados, servidores e colaboradores participaram, nesta quarta-feira (3/8), da Missa de Celebração da Assunção de Nossa Senhora. O padre Sérgio Ladeira falou sobre o Dogma da Assunção de Nossa Senhora, proclamado pelo Papa Pio XII em 1950 e relembrado em todo dia 15 de agosto. Durante a celebração, foram lidos trechos bíblicos com referências à Virgem Maria. Padre Sérgio Ladeira sugeriu que fiéis, diante de planos e expectativas que se frustram, se coloquem nas mãos de Deus (Crédito: Riva Moreira/TJMG) A Primeira Leitura da celebração foi feita pelo presidente da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Antônio Carlos Cruvinel, que deu voz a um trecho do Apocalipse. O Salmo Responsorial, de número 44, foi cantado por Saray Lacerda, que também executou todas as canções da missa. A Segunda Leitura, feita pelo desembargador Edison Feital Leite, integrante da 1ª Câmara Criminal, foi extraída da Primeira Carta de São Paulo enviada aos coríntios. A primeira leitura da missa foi feita pelo desembargador Antônio Carlos Cruvinel, presidente da 3ª Câmara Criminal do TJMG (Crédito: Riva Moreira/TJMG) Na sequência, o padre Sérgio Ladeira leu o Evangelho de Lucas, citando o trecho em que Maria vai ao encontro de Isabel, mãe de João Batista. “O Papa Pio XII, ao estudar o percurso terreno de Nossa Senhora, chegou à conclusão de que ela foi assunta aos céus, de corpo e alma, graças aos méritos e à ressurreição de seu filho”, explicou. O desembargador Edison Feital Leite, da 1ª Câmara Criminal do TJMG, leu trecho da primeira carta de São Paulo enviada aos coríntios (Crédito: Riva Moreira/TJMG) Sobre o trecho extraído dos evangelhos, o padre relembrou que a Virgem Maria tinha projetos, planos e expectativas em relação ao seu casamento com José. “De repente, o anjo anunciou que ela seria a mãe do Salvador. Como ela, muitas vezes temos planos, esperanças e expectativas, que nem sempre se concretizam. Nossa Senhora nos ensina o que fazer nessas ocasiões: colocar-se nas mãos de Deus. Aos poucos, a Virgem Maria foi se abrindo para o mistério da encarnação”, lembrou. O celebrante destacou que não há nada que seja impossível para Deus, e que a Virgem Maria se colocou a serviço dos desígnios pinos. “Façamos nós também o que Deus nos pede. Como Nossa Senhora, tenhamos uma caminhada de entrega”, sugeriu. As preces da assembleia foram lidas pelo juiz Evaldo Elias Penna Gavazza (Crédito: Riva Moreira/TJMG) As preces da assembleia foram lidas pelo magistrado convocado para atuar no cargo de desembargador na 5ª Câmara Criminal, juiz Evaldo Elias Penna Gavazza. Ao longo da missa, o padre rezou pelas intenções e pedidos registrados pelos participantes e depositados em uma caixa em frente ao altar. As missas no TJMG ocorrem desde outubro de 2020 em toda primeira quarta-feira do mês, no saguão do edifício-sede.   Veja mais fotos desse evento no Flickr do TJMG. Diretoria de Comunicação Institucional – Dircom Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG (31) 3306-3920 imprensa@tjmg.jus.br instagram.com/TJMGoficial/ facebook.com/TJMGoficial/ twitter.com/tjmgoficial flickr.com/tjmg_oficial
03/08/2022 (00:00)

Contate-nos

Melo Rodrigues - Advocacia

Rua Ângelo Crema  159  casa
-  Bela Vista l
 -  Sacramento / MG
-  CEP: 38190-000
+55 (34) 3351-1084+55 (34) 98871-0798
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia