Quarta-feira
29 de Junho de 2022 - 

Notícias

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Previsão do tempo

Hoje - Sacramento, MG

Máx
28ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,22 5,22
EURO 5,50 5,50

Newsletter

27/05/2022 - 09h31Encontro reúne juízes coordenadores de CejuscsAtividades estimulam uso de métodos autocompositivos para solução de conflitos

O 3º vice-presidente do TJMG, desembargador Newton Teixeira Carvalho, destaca que o curso tem como objetivo abordar a relevância do método autocompositivo para resolver conflitos (Crédito: Mariana Horta) A Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef), em parceria com a 3ª Vice-Presidência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), deu início, na quinta-feira (26/5), às atividades presenciais da quarta turma do Curso de Aperfeiçoamento Jurídico e Gerencial para magistrados que atuam em Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs). A atividade educacional acontece em Juiz de Fora e termina nesta sexta-feira (27/5). O mesmo módulo será apresentado nos dias 9 e 10 de junho, em Montes Claros. O 3º vice-presidente do TJMG, desembargador Newton Teixeira Carvalho, disse que o curso tem como objetivo capacitar magistrados para que atuem de forma efetiva no gerenciamento da escolha do método autocompositivo adequado ao caso e no seu exercício de coordenador do Cejusc. “Além da capacitação, o curso possibilita a reunião dos coordenadores dos Cejuscs, promovendo a troca de experiências e debates sobre os assuntos essenciais e cotidianos do gerenciamento dos centros”, afirmou. O professor Dierle José Coelho Nunes proferiu palestra sobre métodos autocompositivos (Crédito: Mariana Horta) Na etapa presencial, os magistrados participam de diálogos em grupos, com temas definidos com base nos assuntos de maior interesse ou dificuldade dos centros, conectando e polinizando as ideias e soluções encontradas por eles, de acordo com o que vem sendo produtivo em cada comarca. No encontro, o professor Dierle José Coelho Nunes proferiu palestra de abertura sobre métodos autocompositivos. Na sequência, o 3º vice-presidente, desembargador Newton Teixeira Carvalho, o juiz auxiliar da 3ª Vice-Presidência, José Ricardo Véras, e o juiz coordenador do Cejusc BH, Clayton Rosa Resente, participam de uma mesa de debates abordando peculiaridades da política autocompositiva no TJMG, questões práticas dos Cejuscs e escassez dos casos de mediação. Os tutores e formadores do curso são os juízes de Direito Carlos José Cordeiro, Clayton Rosa de Resende, Juliano Carneiro Veiga, Roberto Bertoldo Garcia e a juíza Dênia Francisca Corgosinho Taborda. O juiz auxiliar José Ricardo Véras participou da mesa de debates sobre a política autocompositiva no TJMG (Crédito: Mariana Horta) Antes da fase presencial do curso, os participantes tiveram atividades remotas, no período de 25 de abril a 24 de maio. Foram abordados temas como: a política pública de autocomposição, os métodos autocompositivos, os Centros Judiciários (Cejuscs), a comunicação não violenta, a negociação integrativa, a sessão de autocomposição e o papel do juiz e a construção de rede de colaboradores. O curso tem a participação de 106 magistrados da região de Juiz de Fora e 68 de Montes Claros. Diretoria de Comunicação Institucional – Dircom Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG (31) 3306-3920 imprensa@tjmg.jus.br facebook.com/TJMGoficial/ twitter.com/tjmgoficial flickr.com/tjmg_oficial  
27/05/2022 (00:00)

Contate-nos

Melo Rodrigues - Advocacia

Rua Ângelo Crema  159  casa
-  Bela Vista l
 -  Sacramento / MG
-  CEP: 38190-000
+55 (34) 3351-1084+55 (34) 98871-0798
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia