Sábado
11 de Julho de 2020 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Previsão do tempo

Hoje - Sacramento, MG

Máx
28ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Heleno diz que não falou em intervenção militar

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, fez comentários nesta quinta-feira (28) sobre a nota que pulgou na sexta-feira (22) depois que o ministro do Supremo Celso de Mello pediu parecer do procurador-geral da República sobre um pedido de apreensão do celular do presidente Bolsonaro. Naquela nota, Heleno afirmou que o pedido de apreensão era inconcebível; que seria uma tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes e que poderia ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional. Nesta quinta, o ministro Augusto Heleno disse que, na nota de sexta-feira, não citou o nome do ministro Celso de Mello nem do procurador-geral, que a nota era absolutamente genérica e houve uma distorção, e que não falou em Forças Armadas nem em intervenção militar. Palavras do ministro do GSI: “Intervenção militar não resolve nada e ninguém está pensando nisso. Não houve esse pensamento nem da parte do presidente, nem da parte de nenhum dos ministros. Isso só tem na cabeça da imprensa.” O ministro Augusto Heleno disse ainda que é muito difícil caracterizar as fake news e acusou os jornais de também publicar informações falsas, mas não deu nenhum exemplo. O ministro Celso de Mello encaminhou à Procuradoria-Geral da República três pedidos de providências contra o ministro Augusto Heleno. Os pedidos são de partidos e de parlamentares de oposição e têm como base exatamente a nota do ministro da última sexta-feira. O encaminhamento de providências como estas à Procuradoria-Geral da República, solicitadas por qualquer cidadão, é praxe no STF. Isso é feito porque, pela Constituição, em alguns tipos de crime, cabe apenas ao Ministério Público denunciar formalmente um investigado na Justiça. Nos pedidos desta quinta, os partidos e parlamentares de oposição querem que o ministro Heleno responda por violação da lei de segurança nacional e por crime de responsabilidade.
28/05/2020 (00:00)

Contate-nos

Melo Rodrigues - Advocacia

Rua Ângelo Crema  159  casa
-  Bela Vista l
 -  Sacramento / MG
-  CEP: 38190-000
+55 (34) 3351-1084+55 (34) 98871-0798
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia