Terça-feira
05 de Dezembro de 2023 - 

Notícias

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Previsão do tempo

Hoje - Sacramento, MG

Máx
30ºC
Min
20ºC
Chuva

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,91 4,91
EURO 5,31 5,31

Newsletter

Mauro Cid responde apenas uma pergunta na CPI da Câmara Legislativa do DF: 'tenho 44 anos'

Apesar de ter decidido ficar em silêncio na CPI dos Atos Antidemocráticos, na Câmara Legislativa do DF, o ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Mauro Cid, respondeu uma pergunta feita durante a sessão, na manhã desta quinta-feira (24). "Tenho 44 anos", disse o militar ao ser questionado sobre a idade pelo deputado Daniel de Castro (PP). Durante a CPI dos Atos Golpistas, no Congresso Nacional, Cid chegou a receber a mesma pergunta de parlamentares federais. No entanto, disse que não iria responder. "Deputada, com todo respeito, mas para manter a coerência do que eu venho falando, eu permanecerei em silêncio", disse durante depoimento em julho. À época, os parlamentares chegaram a dizer que acionariam o Supremo Tribunal Federal (STF) por descumprimento da decisão que permitia que Cid ficasse em silêncio na Casa, mas somente para assuntos que pudessem incriminá-lo nos processos em que ele é investigado. DUAS HORAS DE SESSÃO 1 de 1 Tenente-coronel Mauro Cid na CPI da Câmara Legislativa do DF — Foto: TV Câmara Distrital/Reprodução O questionamento sobre a idade foi o único respondido por Mauro Cid durante as cerca de 2 horas de duração do depoimento dele na CPI dos Atos Antidemocráticos. Cid fez apenas um discurso inicial, em que disse que suas funções eram apenas protocolares e envolviam, inclusive, "receber presentes". Apesar de afirmar que não responderia a nenhum questionamento, logo no início da sessão, os deputados usaram o tempo disposto para questionar o militar. Veja AQUI todas as perguntas feitas a Mauro Cid O ex-ajudante de ordens está preso desde 3 de maio, suspeito de inserir dados falsos no sistema do Ministério de Saúde e adulterar carteiras de vacinação contra a Covid. É investigado, também, por mensagens em seu celular que tratavam de articulações para um suposto golpe de Estado. LEIA TAMBÉM: AJUDANTE DE ORDENS: Mauro Cid diz que 'recebimento de presentes' estava entre suas funçõesDELGATTI: deputados aprovam convocação de hacker investigado por invasão a sistema de Justiça 📱 Participe da comunidade do g1 DF no WhatsApp e receba as notícias no celular. Leia mais notícias sobre a região no g1 DF.
24/08/2023 (00:00)

Contate-nos

Melo Rodrigues - Advocacia

Rua Ângelo Crema  159  casa
-  Bela Vista l
 -  Sacramento / MG
-  CEP: 38190-000
+55 (34) 3351-1084+55 (34) 98871-0798
© 2023 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia